Contos de Terror!

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Terror

Mensagem por Seaeak o Condenado em Qui Mar 29, 2012 7:43 pm

O Terceiro Aviso

Numa noite de outono chuvosa apenas Clara e sua mãe estavam em casa era uma noite normal a mãe de clara estava fazendo a janta quando de repente o telefone toca e uma voz diz.
-Sua filha esta me chamando eu não quero ir estou avisando.
A mãe braba com a filha a chama e pergunta se ela esta chamando alguem para ir em sua casa.Mas as menina disse que não estava fasendo nada.
Um pouco antes da Mãe da menina pegar e ir servir a janta o telefone toca e ela atende e uma voz diz:
-Mande sua filha parar de me chamar e meu segundo aviso.
A mãe serve a janta e pergunta a filha se ela sabia de alguem com uma voz grossa que iria ali na sua casa mas não fala sobre as ligações.A filha não entendendo pada diz para a mãe que nao conhesse ninguem assim, e perguntou porque pergunta isso.Mas a mãe diz que não era nada.
Depois da janta da janta a menina volta para seu quarto e novamente o telefone toca.
A mãe atende e perguntando quem é, e uma voz diz.
Esse e meu ultimo aviso na promsima eu vou ai.
A Mãe entra no quarto e ve sua filha lendo sobre demonios na internet e sem ver a criança estaa lendo um ritual em latim, a mãe quando se tocou gritou:
-Desliga isso você não sabe o que esta fazendo.
Nisso a janela estoura mandando pedaços de vidros no coração da Mãe da Menina que se desespera em ver a mãe caida sangrando no chão.Desesperada ela corre para chamar ajuda e o telefone toca.Ela pensa que e alguem e que pode pedir ajuda a essa pessoa mas quando atende descobre que não era uma pessoa no outro lado da linha.
A voz simplesmente diz:
-Você me chamo chamo chamou sua mãe pelo que você fez pagou, agora você tambêm pagara a cada 3 luas você devera um sacrificio me intregar ligar para alguem cantar a maldição para que deça pessoa eu consuma o coração.
Reza a lenda que se após ouvir a ligação se não orares com devoção, sera avisado 3 vezes sobre o que acontece e logo sua morte chegara..........

Seaeak o Condenado
Nivel 1

Mensagens : 2
Pontos de reputação : 3
Data de inscrição : 29/03/2012
Idade : 19
Localização : Cidade da Tristeza

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por JV Loreti em Dom Abr 01, 2012 9:40 am

Eu estudava numa Escola Espírita, com meus 3 amigos: Danielle, Lucas e Tonny
Todos os Dias, antes do fim da Aula, juntavam-se todos da escola em um grande circulo, e começavam a rezar, falando palavras estranhas e sem significado
Todos nós dávamos risada daquilo, por sermos jovens ainda, sem ter noção do sobrenatural´
A diretora sempre avisava que aquilo era coisa séria, e que não deviamos brincar com isso, mas nem ligávamos









Um dia, Danielle avisou que fez um jogo do compaço com as primas, no sua casa, e perguntou se queríamos jogar
Todos estavam curíosos, então aceitamos.
Na hora do intervalo, nós ficamos na sala e esperamos todos saírem
Então pegamos um compaço e colocamos o tabuleiro em cima da mesa da professora
Dani, dando risadas, perguntou:
- Tem alguém aí?
O compaço não se moveu
Todos riram
Ela perguntou de novo:
- Tem alguém aí?!
Eles começaram uma nova série de risos, mas então ficaram paralisados, ao ver que o compaço deslisou para o ´´SIM``
Tonny então acuzou Dani:
- Foi você qe mexeu!
- Não foi não, eu juro!
Então prosseguiu:
- Você é homem ou mulher?
O compaço deslisou para as letras N, A, O, Q, U, E, R, O, C, O, N, V, E, R, S, A.
Formando a seguinte frase: Não Quero Conversa
Todos estavam espantados, olhando fixamente para o tabuleiro
Então todos ouviram alguem bater na porta da sala, levando um grande susto
Dani levantou-se e foi apressada até a porta, mas ao abrir, não tinha ninguém
Ela então voltou até o tabuleiro, e perguntou, gritando:
- O que você quer?!
O Compaço deslisou novamente, dessa vez formando a frase: ``Vocês não deviam mexer com coisas que não devem´´
Então, a porta se abriu com um forte vento, mesmo estando totalmente fechada, e logo vários livros, mesas e cadeiras começaram a voar e cair sobre a sala
Todos começaram a gritar desesperados, e Dani ficou encostada na parede, chorando e gritando
Então, a diretora apareceu na entrada da classe, segurando um crucifixo, então, falou algumas palavras, fazendo as coisas pararem de se moverem sozinhas
Eu e meus amigos nos levantamos, e corremos até ela, mas Danielle havia sumido
Nós corremos até o grande salão, onde formavamos um círculo, então ela abriu uma porta de madeira e entrou num lugar mais apertado e antigo, com velas e pratileiras de madeiras espalhadas por lá
Nós nos sentamos em um círculo feito de sal, e começamos todos a rezar.
Então, tudo ficou bem, fomos mandados para casa por 3 dias (pois estavamos de suspensão, por mexer com coisas que não deviamos)
Milagrosamente, tudo ficou bem, mas ainda podiamos ouvir gritos e choros de Danielle pelos corredores, e a sala que aconteceu o jogo do compaço nunca mais foi aberta

Se acreditaram nessa historia, que isso sirva de aviso
Se não acreditaram, só suplico a todos: não mexam com o sobrenatural, isso é uma coisa além da imaginação de todos nós

Espero que Gostem !!!

JV Loreti
Nivel 1

Mensagens : 2
Pontos de reputação : 2
Data de inscrição : 01/04/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

SOPRO NOTURNO

Mensagem por bombsb em Ter Abr 10, 2012 12:35 am

SOPRO NOTURNO
Eu andava sozinha, na cidade de winspuck, era madrugada e eu havia acabado de terminar seu turno no hospital lundis e agora caminhava em direção a meu apartamento como eu fazia sempre mas hoje seria diferente . Meus passos eram calmos pois eu sabia que tinha que me cuidar pois mesmo em winspuck havia marginais que vez ou outra se engraçavam e eu me via obrigada a sacar minha arma que tinha conseguida por trabalhar de noite.
Mas esta noite foi diferente eu me sentia insegura, fraca, frágil. E sem saber eu era vigiada, na verdade bem que eu pressentia.
"SHUUUU"!!!
Um vulto passou bem pelo menos era o que eu achava.
"SHUUUU"!!!
Aquele monstro me cercou, dai eu gritei, a essa altura eu já tinha sacado minha arma, aquele monstro estava vindo na minha direção e eu atirei, acha que descarreguei o pente, mas, mas isso não importava porque ele ainda vivia e estranhamente bem...
"quem é você? não, oque é você?"
" VOCÊÊÊ TEEEM SIDO MUITO BOA" ele rosnava pra min, eu então perdi o equilíbrio e cai "VAI TER O MEEEESMO DEEESTINO QUE SEUUUS PACIEENTEEES"
Mas então eu levantei e corri, só que aquela coisa era muito mais rápida que eu, ele me puxou e tão rápido quanto um jaguar ele abriu sua boca desdentada e eu pude ver seu enorme rosto deformado, mas pra mim era tarde de mais e ele sugou lentamente minha alma.
Então eu estava ali jogada no chão, a porta da minha própria casa, derrubada pelo monstro que atacava muitos pacientes meus....
pelo menos eu salvei alguém!!!

bombsb
Nivel 22

Mensagens : 670
Pontos de reputação : 2
Data de inscrição : 09/04/2012
Idade : 19
Localização : PONTA GROSSA, PR

Ver perfil do usuário http://redstar-histories.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

UM FIM PARA BELA NASUME

Mensagem por bombsb em Ter Abr 10, 2012 1:19 am

UM FIM PARA A BELA NASUME
Era um feriado de halloween, na sexta, fui convidada para a festa de halloween que o pessoal da faculdade ia dar, mais tarde.
Coloquei meu melhor vestido e fiz uma bela maquiagem, não bela não, uma horrível e horripilante maquiagem , encontrei minhas amigas na porta da mansão Lestrange que ficará abandonada por muitos anos, acho que uma década, talvez duas, eu particularmente não tinha medo, mais Katy tinha, ela até não queria vir mais eu a fiz vir,e ela.... ela, ela foi a primeira a entrar, mas não tinha ninguém lá, aqueles moleques idiotas, tinham nos enganado, deveriam estar mortos em nosso lugar! mas então Lília manha irmã entrou na casa e subiu as escadas e eu gritei "NÃO, Lília não tem ninguém aqui" mas ela não me ouviu , e quando ela chegou lá no topo, nada aconteceu, foi ai que eu decidi subir...
No segundo andar, nós três vimos um quarto de criança, lindo, um lindo quarto de criança, mas ele ficava no centro da casa, só eu percebi isso, Lília entrou no quarto e de novo nada aconteceu, katy tinha ficado pra trás e eu já tinha entrado no quarto quando a porta se fechou deixando eu e Lília pressas, katy como uma 'boa' amiga tentou fugir, mas alguma coisa, talvez 'ele', pegou ela.
Eu estranhei o silêncio ,mas,então nós ouvimos gritos de criança, as paredes tremeram uma menininha toda ferida apareceu no centro do quarto, Lília que estava do meu lado deu um grito e desmaiou."não" disse o vulto "não temeis a mim", então ela levou os dedos aos lábios e gesticulou silêncio, "Escutais com atenção, meu pai quer seu sangue e eu o dele, mas deste quarto não posso sai, sua voz a condena" contava o vulto " e só a sua ele ouvira, sou um espirito que protege os inocentes"..."meu pai torturou-me até a minha morte e por vingança matei-o" contava a moça morta "cabe a ti quebrar nosso elo com o seu mundo, ou morrer"..."este elo é a casa que invadis-te, por Inocência".

De súbito ela desapareceu, e a lareira ascendeu, mas ali estava eu morta de medo mas tinha que sair da-li então comecei o que muitos chamam de destruição ...
comecei um incêndio!!!
"Lília, Lília, Lília, acorde" sussurrei, eu lembrava muito bem do aviso que tinha recebido, mas o ignorei e ele apareceu: era o homem mais feio que eu já vi todo ferido, estava com um cinto na mão e quando ele ia me bater um ripa flamejante o dissipou!!! mas não estava acabado ainda não!
"SAIA" gritou a menina "VOCÊ CONSEGUIU, SAIA", mas era tarde de mais pra mim, então eu abri a porta puxei Lília e consegui joga-la pela janela, mas antes que eu pulasse ele me acertou e eu cai no chão flamejante da mansão Lestrange, e eu vi ele ser incinerado, junto com a mansão, junto com Nasume, junto comigo!!!
FIM

bombsb
Nivel 22

Mensagens : 670
Pontos de reputação : 2
Data de inscrição : 09/04/2012
Idade : 19
Localização : PONTA GROSSA, PR

Ver perfil do usuário http://redstar-histories.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por bombsb em Qui Maio 17, 2012 2:24 am

HEY, YOU LIKE THIS????

WELL, SO YOU GO LIKE THIS FORUM!!!


EI, VC GOSTA DISTO???

BEM, ENTÃO VC VAI GOSTAR DESTE FÓRUM!!! Embarassed

bombsb
Nivel 22

Mensagens : 670
Pontos de reputação : 2
Data de inscrição : 09/04/2012
Idade : 19
Localização : PONTA GROSSA, PR

Ver perfil do usuário http://redstar-histories.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Ftcv em Sab Maio 19, 2012 7:50 pm

Vou contar mais uma história aqui pra vocês...
Conhecem a ilha das bonecas mortas?


É, ela realmente existe, agora vou contar a história dessa ilha:



Nessa ilha morreu uma garota afogada em 1951 num canal da ilha.
Os moradores da ilha acreditam que o espírito da garota continue por lá.
O florista Julián Santana Barrera tinha certeza...




Julián afirma que a garota o perturbava e descobriu uma forma de afastar o espírito dele, prendeu bonecas nas árvores e na casa dele.
Logo todos os moradores começaram a pendurar bonecas nas árvores com medo do espírito. Bonecas perdidas, velhas, esquecidas por visitantes.
A Maioria com um olhar assustador, e penduradas como se estivessem mortas...











Julián Santana Barrera morreu em 2001 aos 50 anos, AFOGADO...



_________________
Quem quer ser uma pia?

Ftcv
Nivel 26

Mensagens : 2070
Pontos de reputação : 55
Data de inscrição : 16/05/2010
Idade : 25
Localização : Salvador Bahia

Ver perfil do usuário http://forumilha.forumj.biz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por bombsb em Dom Maio 20, 2012 6:49 pm

lkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

bombsb
Nivel 22

Mensagens : 670
Pontos de reputação : 2
Data de inscrição : 09/04/2012
Idade : 19
Localização : PONTA GROSSA, PR

Ver perfil do usuário http://redstar-histories.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por luisgustavops em Dom Maio 20, 2012 10:34 pm

[b]A todos que curtem historias de terror.
Vao ao site juliofantasma.com e vao a cessao de contos de terror.
Sao os melhores contos que eu ja li (os daqui esta na minha lista de melhores tb) vao fazer uma visita la vcs vao gostar.

luisgustavops
Nivel 18

Mensagens : 187
Pontos de reputação : 5
Data de inscrição : 19/05/2012
Idade : 20
Localização : contagem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por luisgustavops em Seg Maio 21, 2012 11:42 pm

nada melhor do que umas historias para acalmar o noite

luisgustavops
Nivel 18

Mensagens : 187
Pontos de reputação : 5
Data de inscrição : 19/05/2012
Idade : 20
Localização : contagem

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Lohana Kayala em Seg Jun 04, 2012 1:31 pm

Gente sou nova aq, amo muiito histórias de terror, desde os cinco aninhos q eu assisto filme de terror !!!
Eu queria elogiar as suas histórias q são INCRÍVEIS. Apesar de ser nova (tenho 14 anos),gosto muiito de escrever sobre histórias de terror e vou escrever uma um pouquinho mais tarde pra cer se vcs aprovam.

Um beijo, espero q gostem Laughing

Lohana Kayala
Nivel 1

Mensagens : 5
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 18
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por bombsb em Seg Jun 04, 2012 3:10 pm

Smile




não se esqueça de conhecer e participar do resto do fórum!!!!

bombsb
Nivel 22

Mensagens : 670
Pontos de reputação : 2
Data de inscrição : 09/04/2012
Idade : 19
Localização : PONTA GROSSA, PR

Ver perfil do usuário http://redstar-histories.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Lohana Kayala em Seg Jun 04, 2012 6:10 pm

Gente, quem quiser um jogo de espírito demônio exorcismo, essas coisas assim, é só comprar esse jogo aqui Fatal Frame II: Crimson Butterfly, ele é pra PS3, X-box nintendo-i entre outros

Bj espero q tenha ajudado What a Face

Lohana Kayala
Nivel 1

Mensagens : 5
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 18
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Lohana Kayala em Seg Jun 04, 2012 6:26 pm

As flores da morte

Conta-se que uma moça estava muito doente e teve que ser internada em um hospital. Desenganada pelos médicos, a família não queria que a moça soubesse que iria morrer. Todos seus amigos já sabiam. Menos ela. E para todo mundo que ela perguntava se ia morrer, a afirmação era negada.
Depois de muito receber visitas, ela pediu durante uma oração que lhe enviassem flores. Queria rosas brancas se fosse voltar para casa, rosas amarelas se fosse ficar mais um tempo no hospital e estivesse em estado grave, e rosas vermelhas se estivesse próxima sua morte.
Certa hora, bate a porta de seu quarto uma mulher e entrega a mãe da moça um maço de rosas vermelhas murchas e sem vida. A mulher se identifica como "mãe da Berenice". Nesse meio de tempo, a moça que estava dormindo acordou, e a mãe avisou pra ela que a mulher havia deixado o buquê de rosas, sem saber do pedido da filha feito em oração.
Ela ficou com uma cara de espanto quando foi informada pela mãe que quem havia trazido as rosas era a mãe da Berenice. A única coisa que a moça conseguiu responder era que a mãe da Berenice estava morta há 10 anos.
A moça morreu naquela mesma noite. No hospital ninguém viu a tal mulher entrando ou saindo.[b][i]

Lohana Kayala
Nivel 1

Mensagens : 5
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 04/06/2012
Idade : 18
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A lenda de Julie Legare

Mensagem por Luhan Pacheco em Qui Jun 07, 2012 10:20 am

Conta a lenda que na década de 1800 uma garota foi visitar sua família, em Edisto Island, Carolina do Norte. Porém durante o período de visita, inesperadamente a menina adoeceu, muitos acreditavam que era malária, outros não tinham certeza, só sabiam que era uma doença fatal.

Pouco tempo depois a menina acabou morrendo. Naquele tempo acreditava-se que as doenças dos mortos ainda podiam ser transmitidas, então construíram rapidamente um caixão e enterraram-na junto ao “túmulo da família Legare”.

Após alguns anos, outra pessoa morreu e então resolveram novamente abrir o Mausoléu para que o caixão fosse colocado. Para surpresa e espanto de todos, um esqueleto caiu.

Aparentemente a menina foi enterrada ainda em coma e, ao despertar, tentou lutar de todas as formas para sair do caixão, porém deveria estar muito fraca e, por mais que tentasse não conseguiria mover a porta do Mausoléu.

Diversas marcas de arranhões ficaram na porta. Hoje o Mausoléu fica aberto, pois os moradores temem que a história se repita.



Luhan Pacheco
Nivel 1

Mensagens : 6
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 18
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Cuidado não durma

Mensagem por Luhan Pacheco em Qui Jun 07, 2012 10:34 am

Samira, moradora de Israel, tinha pesadelos constantemente, porém achava que era por causa das guerras existentes em seu país. Quando ela completou catorze anos foi morar em Londres, mas os pesadelos a acompanharam e ficaram piores. Sempre que Samira fechava os olhos via uma criatura estranha, com uma forma humana, mas sem cabelos e sem olhos, e sua boca era costurada.

Mesmo tendo um estranho sorriso, essa criatura a ajudava nos sonhos, lhe transmitia segurança. Em seus sonhos ela andava em uma terra escura, com gritos, coisas apavorantes e um terrível “ranger de dentes”. Demônios eram vistos agredindo pessoas, cidades destruídas, pessoas machucadas gritando e pedindo por suas vidas. E, como se não bastasse, havia um palhaço, que parecia ser o único que estava se divertindo em meio ao caos.

O palhaço também tinha uma aparência estranha, com pernas de bode.

- “Eles vêm pra cá por que merecem estar aqui, mas você não merece estar aqui. Não quer vir pra cá, então não durma!”, dizia o palhaço a Samira.

Samira se tratou com os melhores psicólogos, porém nenhum conseguiu ajudar, o que acabou transformando a menina em uma pessoa triste e isolada, cuja única companhia eram seus remédios.

Outra noite, logo que fechou os olhos novamente, Samira encontrou seu “guia”, então perguntou por que ele sempre estava sorrindo, se ele não estava feliz, ele nada respondeu, já que para ele era impossível falar. Enquanto andavam, o guia sumiu, deixando Samira desesperada. Gritou por várias vezes, mas não teve resposta.

Samira então começou a chorar, pois tinha muito medo daquele lugar, queria muito acordar, mas não conseguia.

Ela começou a ouvir passos na rua, cascos, e logo percebeu o palhaço rindo ao seu lado.

- “Boa notícia. Você merece vir pra cá. Vou te levar para um passeio comigo pela terra”, disse ele, mas a menina correu.

Quanto mais ela corria, mais o palhaço a perseguia, falava seu nome e ria, até que ela caiu, pois não aguentava mais.

O palhaço então se aproximou e cortou os pulsos de Samira com suas enormes unhas, dizendo: “Pra você vir mais rápido, amorzinho. Você tem uma missão, merece vir pra cá”.

Quando a menina viu seu sangue escorrer pelos braços, apavorada acordou. Ao perceber que estava em sua cama respirou calmamente, porém ao perceber seu lençol cheio de sangue, chamou seus pais que a levaram ao hospital.

Para os médicos, os cortes nos pulsos de Samira eram “tentativa de suicídio”, o que envolveu a assistência social e a polícia, já que ninguém acreditava no que Samira dizia.

Samira decidiu depois daquele dia que não iria mais dormir, não queria mais ir aquele lugar que lhe dava tanto medo. A menina, agora com 18 anos, não ria mais, pois acreditava que os “risos só vinham de quem praticava o mal”.

Um dia, ao entrar na cozinha, encontrou o palhaço rindo, dizendo que iria esfaquear seus pais e que ela seria a culpada, então percebeu que estava sonhando acordada.

Chorando ela foi ao banheiro, abriu o armário e “engoliu três potes de comprimidos”. Samira nunca mais acordou e seus pais acabaram acreditando que ela realmente era depressiva e estava tentando se matar. Mas agora só tentavam se convencer de que Samira estava em um lugar melhor.

Samira vive hoje no mundo dos pesadelos, com medo de uma criatura que constantemente arranha sua porta querendo entrar. E o palhaço vivi dizendo que ela merece estar ali.

Careca, sem olhos e com a boca costurada, esta é a aparência de Samira hoje que, se pudesse dar um conselho, com certeza seria: “Não durma!”. lol!

Luhan Pacheco
Nivel 1

Mensagens : 6
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 18
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Historia real

Mensagem por PollyannaHistoriasReais em Seg Jun 18, 2012 5:12 pm

Tem uma historia que todos contam aqui na rua sobre minha casa,falam que aqui avia um homem que alugava o prédio dos fundos e quem não pagava ele mandava matar retira os órgãos para vender e enterrava o corpo no quintal ele tinha um empregado que fazia o ser vicio digamos "sujo", mais um dia ele fez isso com um policial e os amigos quem tb eram da policia descobriram e mataram secretamente o homem que alugava o prédio e o matador e os enterraram no quintal mais depois uns meses a familia dos policiais deram queixa que eles aviam sumido e encontraram o corpo dos policiais ,do homem que alugava o prédio e o do matador mais só que como os policiais mataram o homem e o matador quem teria matado os policiais
Todos falam historias diferentes uns falam que o demônio gostava do alugador e do matador e que se vingou dos policiais já outros dizem que foi a alma do alugador e do matador ,bem tem várias historias ,varias versões


Eu nunca acreditei nestas historias ate que um dia a minha prima venho passar o feriado aqui nós estávamos sozinhas minha mãe estava dormindo nos fomos pra sala e começamos a contar historias de terror der repente ouvimos um barulho Shocked o chão começo a balança meio que um pequeno tremor minha prima começo a ficar com medo e correu pra cozinha eu ui atrás dela quando chegamos lá avia uma mulher de pijama branco, com os cabelos meio bagunça dos, magra e de aparência pálida nos ficamos em pânico não conseguíamos nos mover pale pale mais logo nos tocamos que era minha mãe que tinha acordado e comêssemos a chorar ,chorando mais ao mesmo tempo rindo ,minha mãe falou
- O que foi ?
- É que pensamos que fosse um monstro
- Vcs tão ficando doida meninas des de quando eu pareço um monstro ,vc deveriam acha que é um monstro o reflexo de vcs no espelho

Bem,nunca ouve nem um fantasma aqui (eu acho) e eu nunca acreditei nestas bobagens sempre rio quando ouço a historia que aqui é assombrado eu sei que essa foi uma das primeiras casas a serem construídas e que realmente um homem alugava o prédio lá trás e eu já vi um jornal que falava que policiais,o homem que alugava e um empregado foram encontrados mortos mais a historia e não sei não![justify]

PollyannaHistoriasReais
Nivel 1

Mensagens : 3
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 18/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Arrepiada

Mensagem por Dayany Silva em Dom Jun 24, 2012 8:03 pm

Thamires escreveu:Numa noite Alice ficou sozinha em casa os pais tinha saído e eles só voltariam ao amanhecer. Ela já havia ficado algumas vezes sozinha em casa , e fizera tudo como sempre fechou todas as portas e todas as janelas mais quando foi fechar uma ela se recusou a fechar , mais não achou problema por que seu cachorro esta ali para proteger ela e a casa . O cachorro sempre ia dormir embaixo da cama. No meio da noite Alice acorda com um barulho vindo do banheiro ela subestima que são pingos vindo do chuveiro.Alice acorda de novo com o barulho dos pingos ja assustada e com medo de ir ver o que era ela poe a mão embaixo da cama e verifica se o seu cachorro esta ali, ela sente sua lambida e volta a dormir.Alice acorda denovo, mais com medo de ir no banheiro poe a mãe embaixo da cama e sente a lambida novamente.Mais na quarta vez Alice fica curiosa e vai ao banheiro ver o que era , quando chega la ve seu cachorro pendurado em um ferro do banheiro com a garganta cortada, e no espelho estava escrito com o sangue do seu cachorro :FANTASMAS TAMBÉM PODEM LAMBER .

Dayany Silva
Nivel 1

Mensagens : 2
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 24/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Dayany Silva em Dom Jun 24, 2012 8:04 pm

Estou arrepiada até agora velho
kkkk

Dayany Silva
Nivel 1

Mensagens : 2
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 24/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Historias Reais

Mensagem por PollyannaHistoriasReais em Sab Jun 30, 2012 4:15 pm

Uma amiga minha fotografa, foi acampar na floresta para poder tirar fotos dos animais e da natureza o mais natural possível,ela tirou varias fotos e foi dormir, no dia seguinte ela foi revela as fotos e viu que tinha 4 fotos dela dormindo dentro da barraca,mais ela não avia tirado nem uma foto sua e ela não tb não avia deixado a maquina ligada nem perto dela a maquina estava na sua mochila e quando ela acordou tb estava no mesmo lugar que ela deixou Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil Twisted Evil

PollyannaHistoriasReais
Nivel 1

Mensagens : 3
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 18/06/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leia a Mensagem do seu Celular

Mensagem por Maira Costa em Sab Jul 07, 2012 12:59 am

Oii, eu sou nova aqui e tenho só 10 anos... Então pega leve com o meu conto ><

Samanta, era uma moça de 19 anos muito bela que caminhava até o ponto de ônibus mais próximo depois de aceitar o turno noturno. Tragava seu cigarro, como uma dama, então sente teu celular vibrar.
"O fumo faz mal..."
Dizia uma mensagem sem seu celular, ela bufou achando que uma de suas amigas viera a te sacanear e ignorou, a rua estava deserta, escura, a qualquer momento um estuprador poderia agarrá-la e ninguém a defenderia. Ela perdia-se em seus maus pensamentos, deveria ter saído com uma colega de trabalho, talvez. Mas quem surgiria por infelicidade dela logo naquele instante da noite? Outra vez seu celular vibra.
"Não vá para o ponto de ônibus, volte para o seu trabalho e procure alguém que te acompanhe."
Só excluiu a mensagem do celular, e acelerou o passo, estava com frio e com respiração ofegante. Mas ainda pensava que seria só uma brincadeira idiota de uma amiga sua, que saberia que ela deveria estar fumando, e sabia a hora que ela ia terminar o turno, era previsível. Ela por fim, joga o cigarro no canto de calçada e continua a andar. Seu celular vibra novamente.
"Há um lixo a poucos metros daí que você poderia ter jogado seu cigarro"
Samanta olha ao seu redor, procurando alguém que pude-se estar vigiando-a. Pensa sim, em voltar para o trabalho, mas daqui a alguns minutos estaria no ponto junto com as pessoas que ali esperaram, se sentindo mais segura.
Ela continua a andar, na verdade chegava a quase correr ao ponto então seu celular vibra novamente.
"Você não chegaria ao ponto tão rápido assim, agora é tarde de mais para reparar o erro."
E antes mesmo que Samanta possa se virar, uma faca corta seu pescoço e a mesma vai ao chão, e pode se ver ao seu lado o celular que havia derrubado com sangue, que poderia não estar ali, se ela não tive-se cometido o mesmo erro das outras.

Maira Costa
Nivel 1

Mensagens : 2
Pontos de reputação : 1
Data de inscrição : 07/07/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Luhan Pacheco em Qui Jul 12, 2012 2:57 pm

Maira Costa eu nao entendi o final da sua historia
o.O

Luhan Pacheco
Nivel 1

Mensagens : 6
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 07/06/2012
Idade : 18
Localização : Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por pathy em Sex Jul 13, 2012 8:32 am

Gente sou nova aqui, então tambem vou contar a minha história.

Desde os sete anos moro com a minha mãe, em VP quando me mudei para lá senti algo muito estranho, pois eu via coisas estranhas, também era de se esperar néh eu moro em um lugar onde antes era desova de corpo humano, então o lugar é bem sinistro. Um dia eu, meu irmão e minha mãe estavamos no quarto, ai eu estava quase dormindo e minha mae tentando fazer meu irmão dormir, quando de repente meu imão começou a gritar e chorar ao mesmo tempo dizendo:
_ Não! Por favor sai daqui! mãe ele vai me pegar, ele vai me pegar.
Nisso meu irmão apontava para a parede do quarto as berros dizendo que tinha uma porta de fogo de abrindo e que vinha um cara feio querendo entrar no quarto. Quando olhamos para a parede não tinha nada, ai minha mãe levou meu irmão para a sala e ele se acalmou e dormiu na sala msm!

Por isso eu acredito no meu irmão porque eu as vezes tbm ouço e vejo coisas.

pathy
Nivel 1

Mensagens : 6
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 13/07/2012
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/pathyzudah

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por pathy em Sex Jul 13, 2012 8:42 am

RITUAL MACABRO


Já era noite quando quatro amigos chegaram a uma cabine nas montanhas geladas de Montana nos Estados Unidos que alugaram para passar o fim de semana. A neve cobria a casa e os pinheiros em volta e o vento gelado cortava seus rostos com força. Eles olharam para o céu e viram a lua cheia de trás de uma camada grossa e vermelha de nevoeiro. Sorriram uns para os outros, a noite estava mais que perfeita para seus planos.

Eles entraram na cabine, olharam todos os cômodos para confirmar que não havia ninguém. Dois deles foram para fora trazer a bagagem e os outros dois ficaram na sala. Eles foram arrastando os moveis formando um círculo. Quando tudo estava limpo, trouxeram a mesa de jantar para o meio.

Nesse momento os dois que foram para fora entraram na sala carregando um corpo de mulher. Ela estava amarrada e amordaçada. A colocaram em cima da mesa e amarraram seus braços. A mulher chorava e se debatia. Não sabia o que iria acontecer e o que aqueles homens queriam com ela.

Rapidamente eles começaram a espalhar velas pretas, vermelhas e brancas por toda casa. Quando terminaram vieram ao redor da mesa. Um deles colocou uma cruz virada para baixo em seu ventre. Cada um deles tirou um punhal de seus bolsos e fizeram um corte profundo em cada membro da mulher que gritava e se contorcia. O sangue que saia dela era colocado em pequenos vasos de metal. Depois de um tempo eles molharam suas mãos no sangue e esfregaram no rosto deixando a pele vermelha.

Eles deram a mãos formando um circulo em volta da mulher e começaram a repetir as palavras do ritual. Passados alguns minutos a mulher começou a se contorcer mais forte e a gritar com uma voz que não era a sua. Os quatro gritavam o encanto cada vez mais alto até que as velas se apagaram. A cabine ficou completamente escura. Eles se espalharam pela sala tentando acender as velas. Não foi preciso procurar muito porque elas se acenderam por si.

Eles se assustaram ao ver que a mulher não mais estava amarrada na mesa. Ela estava de pé, seus olhos estavam brancos e sua pele pálida como a de um morto. O ritual para invocar o demônio tinha funcionado.

“Vocês chamaram, eu estou aqui. O que querem?” – disse a mulher com uma voz grossa e rouca.

“Queremos te servir, em troca de alguns favores é claro.” – respondeu um deles.

A mulher soltou uma gargalhada que fez as paredes da casa tremer. Os quatro também tremiam de medo e terror e então eles se ajoelharam.

“Idiotas vocês, acham que podem exigir favores meus? Vou levar vocês para falar direto com o diabo.” - disse ela pulando em cima de um deles.

Ela enforcou o primeiro até a morte, os outros três desesperados tentaram fugir, mas não puderam abrir as portas nem janelas, a casa estava lacrada.

“Agora experimentem um pouco do que vão sofrer no inferno, sua nova casa.”

Dizendo isso ela soltou um grito ensurdecedor, os três que ainda estavam vivos caíram no chão tentando tapar os ouvidos, mas era em vão, pois o grito estava dentro de suas cabeças. A mulher andou em direção a porta, cada passo que dava deixava uma marca de fogo no chão. Ela saiu da casa e fechou a porta, olhou para dentro por uma das janelas e balbuciando algo fez o fogo das velas e de suas pegadas se espalharem.

Ela se afastou da cabine que em minutos estava toda em chamas. Observando os homens dentro batendo no vidro jogando cadeiras tentando quebrar o vidro enquanto seus corpos queimavam pouco a pouco ela se contorcia dando gargalhadas.

Horas depois a polícia e os bombeiros encontraram o corpo da mulher deitada na neve e a casa ainda em chamas. A mulher sobreviveu, mas foi incapaz de dizer como foi parar naquele lugar. Nenhum corpo foi encontrado dentro da casa.

pathy
Nivel 1

Mensagens : 6
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 13/07/2012
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/pathyzudah

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por pathy em Sex Jul 13, 2012 8:46 am

e legal a sua historia gostei Surprised

pathy
Nivel 1

Mensagens : 6
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 13/07/2012
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/pathyzudah

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por pathy em Sex Jul 13, 2012 10:44 am

Esse é Maneiro xmarley.Parabéns Smile

pathy
Nivel 1

Mensagens : 6
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 13/07/2012
Idade : 23
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/pathyzudah

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum