Contos de Terror!

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Ftcv em Sex Set 16, 2011 6:14 pm

Aew! Eu curto historias reais dessas, vou contar uma também!

Quando eu era pequeno estava no sitio de minha tia, com meus primos e as babás dele, e de repente vieram esses assuntos de lendas, historias de terror etc.. Lembro que falaram da boneca da xuxa HSUAHSAUSHAUSH E uma hora uma das babás contou que quando tinha 12 anos se vestia sempre de vermelho, amava vermelho, unhas pintadas de vermelho, batom bem vermelho, roupa vermelha, sapato vermelho, brincos vermelhos, pulseira vermelha, e então ela estava só com a mãe dela em casa, toda arrumada com vermelho só por diversão mesmo e tal coisa de criança, até que de repente no meio da sala dela, aparece uma mulher vermelha do nada na frente dela e disse: Você me chamou?
Dai ela entrou em pânico começou a gritar, e a mulher olhava pra ela, repetindo se ela tinha chamado ela, dai a mãe dela chegou e as duas começaram a rezar, ela chorando e tal, dai a mulher sumiu, e ela nunca mais usou vermelho, nem esmalte vermelho ela usou mais...
Dai tá, achei legal a historia mas nem liguei mto, pq não fazia mto sentido né? SASHAUSHAUHSHAUSHAUSHAUHA

Até que uns anos dps, eu estava conversando com minha empregada que nada tinha haver com essa babá e tudo mais, sobre palavrões e ela disse q tem um palavrão que não deve ser dito, pois atrai algo mto ruim, eu fiquei insistindo pra ela me contar qual era, e ela disse q nao ia me contar não, pq eu nao ia acreditar e iria ficar falando, dai eu fiquei perguntando oq acontecia e tal, e ela disse q tb não acreditava até que o tio dela uma vez brigou com a mulher, e saiu na rua de cabeça quente xingando sem parar essa palavra, repetindo várias vezes, até que surgiu uma mulher vermelha toda de vermelho na frente dele e falou: Vc me chamou?
E ele entrou em pânico e tal.

oO' Eu imediatamente lembrei da historia que a babá de meus primos tinha contado, muito semelhante, uma mulher de vermelho q aparece do nada e pergunta: vc me chamou?
Sério, uma nem conhecia a outra, vieram de locais diferentes e tudo mais e tinham a mesma historia, e eu me convenci de que a tal mulher de vermelho existia.

Ah! Eu não sei qual o palavrão até hj, mas com o tempo eu percebia q quando eu falava "desgraça" essa minha empregada fala q nao era bom falar aquilo, então acredito que seja essa a palavra!

_________________
Quem quer ser uma pia?
avatar
Ftcv
Nivel 26

Mensagens : 2070
Pontos de reputação : 55
Data de inscrição : 16/05/2010
Idade : 26
Localização : Salvador Bahia

Ver perfil do usuário http://forumilha.forumj.biz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por lorranny em Seg Out 10, 2011 8:59 pm

Veeeeeeeeeeeeeeeeeeei HDASUIDHASUIDHAUSIDHAUSIDHAUSIDHAUSIDHAU ATÉ AGORA NÃO ACREDITO QUE ISSO SEJA VERDADE! DSAHUDISHADUISAHDUAISHDUISAHDUISA G_________G
Eu sempre falo desgraça DHASUIDHUASIDHSUAIHDUIHDSUADHSUAI
E ah! Bonecas são tensas sim, eu tive uma da xuxa daquelas grandes, sabe? kk não lembro se era xuxa ou eliana... TENSO dormir com ela de noite
avatar
lorranny
Nivel 25

Mensagens : 1123
Pontos de reputação : 46
Data de inscrição : 18/09/2010
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro 8D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Ftcv em Seg Out 10, 2011 9:04 pm

Não fale palavrões minha linda, mais que banana!

E é! eu tinha um boneco do Snoopy que eu ganhei em um concurso de pintura no shopping quando eu era pequeno e ele dava medo! HUASHSAUSHAUSHSAUHAS

Pior é se ter um boneco do fofão, fofão dá mto medo!

_________________
Quem quer ser uma pia?
avatar
Ftcv
Nivel 26

Mensagens : 2070
Pontos de reputação : 55
Data de inscrição : 16/05/2010
Idade : 26
Localização : Salvador Bahia

Ver perfil do usuário http://forumilha.forumj.biz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por lorranny em Seg Out 10, 2011 9:08 pm

Caramba! Eu to lendo os outros contos aqui e esse da praça e tal é TENSOOO kk nunca tinha imaginado o diabo em forma de menino que sorri... O que mais me da medo em filmes é quando alguém fica sorrindo pra câmera HDISUADHUSAIHDUIASDHUISAHDUASIDHU TENHO UM MEDO PROFUNDOOO

E hey! Desgraça é palavrão? D: HDSUAIDHUSADHUSAIDH Eu falo desgraça pra não falar palavrão!
Fofão é arte do demo DHSAIUDHUSAIDHUSAIDHUSAIDHUSAIDHUASI Sempre tive medo
avatar
lorranny
Nivel 25

Mensagens : 1123
Pontos de reputação : 46
Data de inscrição : 18/09/2010
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro 8D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Ftcv em Seg Out 10, 2011 9:13 pm

Nem sei, na verdade o que é "palavrão?" HSAUHSAUSHAUSHAUHS vou criar um tópico sobre isso aqui se não vira flood HUSAHSUASHUASHHSUAHSAUHSAUSHAUSHAS

É! fofão é o terror!
Tem uma história com um boneco de fofão tb, lembro que falavam que tinha uma faca dentro do boneco do fofão, e que a roupa dele era igual a de chucky o boneco assassino, dai tinha várias historias com essa faca e tal...

Oq tem mesmo é isso (várias pessoas já abriram pra ver):

Tem um punhal oO'
HSAUHSAUSHAUSHAUSHASUAH

Ps: Isso é verdade!


Atualizado com foto que eu achei comparado o boneco do fofão com chuck:
Podem pesquisar sobre esse boneco do fofão praticamente todos que já tiveram ele tem uma historia sinistra com ele.

_________________
Quem quer ser uma pia?
avatar
Ftcv
Nivel 26

Mensagens : 2070
Pontos de reputação : 55
Data de inscrição : 16/05/2010
Idade : 26
Localização : Salvador Bahia

Ver perfil do usuário http://forumilha.forumj.biz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por lorranny em Seg Out 10, 2011 9:24 pm

Essa cara derretida ai, essas bochechas HDUSIAHDUAIHDUAISHDUIADHUAISD como diz a xuxa: muito estranho, guri
Fofão com certeza é a figura infantil mais sinistra de todas NO MUNDO
Analisa bem essa cara de ASSASSINO que o boneco dele tem, ainda mais velhinho e sujo
avatar
lorranny
Nivel 25

Mensagens : 1123
Pontos de reputação : 46
Data de inscrição : 18/09/2010
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro 8D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Ftcv em Seg Out 10, 2011 9:36 pm

É! chuck é uma barbie perto de fofão!

_________________
Quem quer ser uma pia?
avatar
Ftcv
Nivel 26

Mensagens : 2070
Pontos de reputação : 55
Data de inscrição : 16/05/2010
Idade : 26
Localização : Salvador Bahia

Ver perfil do usuário http://forumilha.forumj.biz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por lorranny em Seg Out 10, 2011 9:59 pm

DHISAUHDSUADHSUAIDHSUIDHASUID EXATAMENTE!
avatar
lorranny
Nivel 25

Mensagens : 1123
Pontos de reputação : 46
Data de inscrição : 18/09/2010
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro 8D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por lalalala em Ter Out 11, 2011 12:42 am

Em todos lugares do mundo, no passado ou no presente, sempre ouve relatos de demônios, em crenças diferentes, de povos que nem nunca se encontraram, mas todos tem histórias com demônios, é estranho imaginar, que todos os povos, indígenas, civilizados, esquimós ou africanos tenham criado da simples imaginação a mesma coisa, pois bem, talvez eles não tenham inventado, talvez eles realmente existam...

Eu nunca acreditei, achava besteira até pouco tempo, agora to começando a ficar em duvida, estou escrevendo isso com as mãos tremulas com o que eu acabei de passar...

Vou contar logo, to escrevendo isso como forma de não me sentir sozinho e passar o medo, mas não sei se devo continuar lembrando, estou nervoso mesmo...

Eu moro com meus pais, tenho só 16 anos, e eles foram pra um evento do trabalho do meu pai, são 00:18, meus pais devem chegar só umas 02:00, e eu sei que isto é meio vergonhoso, mas eu quero que eles cheguem logo!
Tudo porque eu estava lendo contos, relatos e historias de terror em geral aqui, e meu telefone tocou, eu dei um pulo de susto, e fui atender... caramba...

Sério, to tremendo e tomando susto com qualquer coisa agora...

O telefone tocou, eu me assustei e fui buscar ele na sala pra atender, a sala totalmente escura, e eu com os contos na cabeça, fui correndo morrendo de medo, querendo atender logo pra me sentir seguro, sabe? Com alguém na linha você se sente mais seguro, mas não foi o que aconteceu desta vez... Muito pelo contrario!

Eu peguei o telefone, atendi e uma voz sinistra, totalmente sinistra respondeu o meu ofegante "alô", sério! Parecia que eram duas pessoas roucas falando ao mesmo tempo, eu já estava com medo agora to com muito mais, eu nem entendi o que a voz estranha disse de inicio, só lembrei do filme do exorcista, a voz estava muito parecida! Eu fiquei com medo e fui desligar, se fosse importante a pessoa ligava de novo, sei lá...

Mas eu acabei apertando o viva voz e tomei um susto maior ainda quando a voz bem alta falou com seu tom sinistro: "O QUE VOCÊ PROCURA LENDO SOBRE DEMÔNIOS?"

Caramba... Sério! Minha reação foi instintiva eu joguei o telefone no sofá e sai correndo, ainda consegui ouvir um "PERGUNTE DIRETO PRA UM" , cheguei no quarto tremendo já, fiquei aqui tentando me acalmar, pensei em ligar pra minha mãe só pra falar com alguém, mas meu celular tá sem créditos e eu só posso ligar do telefone, estou muito desesperado estando sozinho no quarto, ninguém no msn... ninguém em lugar nenhum!

Então resolvi escrever isto, e to com muito medo, sim eu sei que pode ser trote ou sei lá, mas foi muita coincidência com eu realmente lendo sobre essas coisas... E sim! Eu sou covarde e estou quase chorando aqui mesmo, e com vontade de ligar pra mamãe! Mas e você? Estaria fazendo o que? Conversando com a voz sinistra com uma conversa mais sinistra ainda as 00:23 da madrugada sozinho em casa depois de ficar lendo contos de terror?

O telefone tá até agora lá, e eu tenho que ir pegar, quero ligar pra minha mãe, eu poderia ligar para algum colega também, mas já está muito tarde...


Ok... Acho que vou lá agora, me desejem sorte...


VOLTEI! O TELEFONE TAVA LÁ AINDA, EU PEGUEI ELE CORRENDO E FUI APERTANDO O BOTÃO DE DESLIGAR, AGORA VOU LIGAR PRA MINHA MÃE! HAHAHAHA

AAAAAAAAH SOCORRO! ACABEI DE LIGAR PRA MINHA MÃE! AAAH SÉRIO! ME AJUDEM! NÃO FOI MINHA MÃE QUE ATENDEU... TO COM MUITO MEDO SÉRIO, TO COM MUITO MEDOOO, POR FAVOR, AH MEU DEUS! AAAH EU QUERO MINHA MÃE, EU QUERO ALGUEM AQUI COMIGO!

EU LIGUEI PRA MINHA MÃE, TENHO CERTEZA, FOI PRO NÚMERO DELA, E CHAMOU NORMAL, E QUANDO ATENDEU, EU FALEI: ALÔ?? E A RESPOSTA FOI DADA POR AQUELA VOZ, SÉRIO, SOCORRO...

ELE, ELA, AQUILO SEI LÁ, RESPONDEU: "PORQUE TÁ ME IGNORANDO?" SÉRIO! EU JOGUEI O TELEFONE DE NOVO AQUI, TÁ NO CHÃO, EU TO COM MUITO MEDO, SÉRIO E AGORA?

CARAMBA, NUNCA SENTI TANTO MEDO, SE ISSO FOR UM TROTE NÃO TEM GRAÇA NENHUMA..

AAAAH NÃO PODE SER TROTE!!! PORQUE EU LIGUEI PRA MINHA MÃE DESTA VEZ... CARAMBA E AGORA? VOU TENTAR FALAR COM ESSA VOZ, SÓ PODE SER BRINCADEIRA, SÉRIO, VOU SÓ TOMAR CORAGEM E PEGAR O TELEFONE E RESPONDER!

OK! EU VOU AGORA! E VOU ENVIAR ESTA POSTAGEM, SE EU NÃO VOLTAR PRA EDITAR E CONTINUAR O POST É PORQUE ACONTECEU ALGO, E POR FAVOR FAÇAM ALGO, ME AJUDEM...

VOU LÁ AGORA! ESPERO VOLTAR FALANDO QUE ERA ALGUMA ZOAÇÃO DE UM AMIGO MEU, JÁ VOLTOU, OU NÃO... RS..
avatar
lalalala
Nivel 1

Mensagens : 1
Pontos de reputação : 1
Data de inscrição : 10/10/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por lorranny em Qua Out 12, 2011 4:42 pm

TENSO
NÃO VOLTOU D:
avatar
lorranny
Nivel 25

Mensagens : 1123
Pontos de reputação : 46
Data de inscrição : 18/09/2010
Idade : 21
Localização : Rio de Janeiro 8D

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Diego Souza em Qui Nov 24, 2011 9:24 am

Nossa, sou novo aqui nesse forum, queria dizer que curti muito as histórias de terror de vocês.. eu escrevo bastante e até hoje nunca mostrei pra ninguem.. rsrsrs... vai ai uma história que acabou virando um conto meio gigante! vou mandar uma das primeiras partes... espero que gostem (:

Após três anos sem ter noticias do aclamado assassino que aterrorizou Londres, o famoso detetive Miller segue sua busca por novas pistas, novos rumos que te dêem algum fio de esperança que seu melhor amigo e pior pesadelo ainda esteja vivo.
Hoje é um dia normal no 27º distrito policial, as pessoas entram e saem por causas naturais do dia-a-dia, roubos, estupros, entre outros...
Elas fazem seus B.O’s sabendo que aquilo não vai ter muita atenção, já que o índice de criminalidade está cada vez menor, e a cidade vive um momento de calmaria, desde que o pesadelo de 3 anos atrás se acabou, momentos difíceis aqueles, todos tinham que ter cuidados para não terminar morto em uma valeta no meio de algum rio, ou beco.
“Chefe chefe!!” exclamou Tricie, a mais nova assistente de Miller..
“o que? Não me diga que a senhora Cristine voltou de novo com aqueles meninos que roubaram suas compras?”
“Não!!! chegou uma caixa aqui, toda lacrada, e diz que o Destinatário é o senhor”
“humm, então o que está esperando? Traga ela para mim, deus queira que não seja mais uma bobagem de minha mulher!”
Tricie trouxe a caixa, que media mais ou menos 30cm por 30cm, que por sinal estava bem lacrada, com fitas, e uma carta de apresentação logo em cima, borrada por uma espécie de tinta vermelha, poderia ser até batom de algumas das amantes de Miller, ou algo diferente, alguma coisa que ele sabia que era errado esperar, mais estava querendo mesmo assim.
Miller pegou a carta em suas mãos, arregalou o olho e viu que aquela letra ele já vira antes, que por algum motivo ele terá um dejavu de algo que acontecerá a tempos atrás.
“Tricie, quem foi que deixou essa caixa aqui? QUEM DEIXOU? EU QUERO SABER, QUERO O NOME, O SOBRENOME TUDO”
“Mas senhor, essa caixa estava aqui dentro do Distrito, mais precisamente dentro do arquivo morto, eu achei ela estranha e peguei, logo vi que tinha a data de hoje datada em cima dela.”
“Como assim? ‘dentro do arquivo morto’, isso não tem qualquer coerência, trate de descobrir quem foi, AGORA!”
“Sim senhor” disse Tricie assustada com a gritaria de seu chefe.
Miller pegou a carta em suas mãos, sentiu o cheiro e percebeu que aquele cheiro era de algum perfume que ele conhecia, e muito bem. Assustado foi logo abrindo a carta para descobrir o que era tudo aquilo.
Ao abrir, viu que seus maiores temores tinham finalmente se realizado, para sua infelicidade, era uma carta que ele não recebia há muito tempo atrás, e que por algum motivo alguém enviou aquilo novamente para ele.

“Bom dia caro amigo, segue minhas especificações sobre meu paradeiro.
Fui atrás de novas sensações, meu desejo de matar me perseguiu por algum tempo, mais consegui me suprir com outros desafios, outras preocupações, é obvio que nenhuma delas qualquer ser humano faria, mais como eu não sou normal, muito menos um humano ridículo, eu fiz, e de acordo com minhas regras, isso pode até ser um ato de desigualdade, mais como eu mesmo disse, regras só existem para quem se importa com elas. Até podia dizer para você que senti saudade dessa cidade, mais isso não passaria de um mentira que eu próprio usaria para te deixar mais aliviado, então vamos ao que interessa.
Por todos os lugares que passei não senti absolutamente nada diferente que eu senti aqui, tentei ao Maximo me esforçar, tentei tirar esse peso que corre em minha alma, que não me deixa seguir minha vida tranqüilamente, mais eu confesso: eu nunca vou conseguir.
Minha vida foi manchada por sangue, por desejos peculiares que passam alem da imaginação de qualquer pessoa, eu não pedi para ser assim, mais eu agradeço a cada dia por essa dádiva, que uns chamam de maldição. Tudo que acontece em sua vida pode seguir dois caminhos meu amigo, um deles pode ser descrito por você mesmo como uma maldição, o outro como dádiva, no meu caso, todos são escolhidos cuidadosamente, nunca tive esse sentimento de arrependimento que vocês dizem ter, sempre fui bem objetivo no que eu queria, tive algumas recaídas é claro, mas logo me curvei e voltei ao meu estado lúcido.
Não são vocês, que dizem que somos feitos para algum propósito? DEUS nos escolheu colocar na terra para nos dar objetivos? Pois é, esse é o meu, matar quem eu acho que deve morrer. Eu confesso, seu departamento é um local muito fácil de ter acesso, acho que ninguém descobriu meu nome quando entrei ai e olhei para sua sala, que mais parece um cemitério, hahaha, como eu gostaria de te encontrar um dia, conversar diretamente olhando em seus olhos, e ver o pavor que tens de mim, ou não se lembra em sua ultima carta? Você disse que eu era um monstro, que se me pegasse me prenderia, ou em pior dos casos me mataria, como eu faço com as pessoas, calma meu amigo, eu posso ser seu admirador essa noite, mais não posso afirmar que serei o mesmo amanhã, não estou fazendo ameaças, só estou pedindo um pouco de paz, é tão cético falar isso para um HOMEM da lei, que procura ao máximo seguir as tão datadas regras ridículas impostas por vocês mesmos.
Agora me diga, qual a diferença entre esse tal monstro que você descreve, e um Político Corrupto, que roubando dinheiro do pais está matando quem não tem o que comer, porque o mundo vira as costas para os pobres, os fracos? Porque só quem tem essa tal moeda de troca que vocês chamam de dinheiro pode viver feliz, desigualdade nesse mundo é tudo que resta, e após ver tudo isso, o ser humano só sabe reclamar, porem não move um dedo para arrumar essa confusão toda, e é por isso que cada um faz o que pode, eu mato quem não dá valor a opinião alheia, quem eu escolho você pode ter certeza que é um desocupado(a) que não fazia nada alem de falar mal de quem ama, reclamar e desejar mal a tudo que segue sem sua ajuda. Não, por favor, não pense que eu parei de matar por pura vontade, eu ainda continuo assim, somente estou criando objetivos a meu trabalho, isso não é simplesmente perfeito? Ontem segui uma jovem linda, ela estava com tanto frio e medo que dava para sentir de longe sua adrenalina aumentar conforme eu me aproximava, perguntei a ela qual era o seu nome, ela me respondeu com clareza “Meu nome é Crystal”, eu perguntei se ela era daqui mesmo, de Londres, e ela com mais medo ainda me disse que não, que era de Israel e estava ali para estudo.... Criei um vinculo e posso dizer que adorei conversar com ela até sua carona chegar, logo o medo dela foi embora e nos sentimos a vontade para trocar informações um do outro, eu claro disse que era alguém que não sou, mais isso não faz nenhuma diferença agora, possivelmente não voltarei a vê-la tão rápido, afinal aquele momento foi diferente, ele me deu paz em uma noite escura, eu achei que seria fácil matá-la, porem não consegui, vi que o que ela mais queria era viver, era sentir o gosto da vida. Espero não ter que me encontrar com ela tão rápido, pois eu não gosto muito de paz, de sentimento, isso me deixa tão desolado que tenho vontade de me matar, às vezes até digo que isso poderia ser a cura para minha doença, mas quem disse que eu REALMENTE quero isso?

Sabe, mesmo saindo daquela conversa sadia de ontem, eu acabei por chegando em um lugar muito iluminado, que posso dizer que tinha uma pessoa com uma áurea muito ruim lá, que reclamava feito uma velha ao pranto da morte, decidi então acabar com seus sofrimentos e matá-la de um forma muito cavalheira. Posso dizer que até mesmo quando eu fui matá-la ela reclamou, chega até a ser cômico.
Estou te enviando um presente dela para você, peço para que não fique triste comigo, afinal eu retirei o sofrimento dela, e o seu, afinal agora não terá mais ninguém para trair... Atenciosamente John...”

Diego Souza
Nivel 1

Mensagens : 1
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 24/11/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Demônio de Quinta-Feira

Mensagem por Jullyasust em Sex Nov 25, 2011 4:11 pm

Quinta-feira, fim de ano e Lucy estava voltando para casa depois de mais uma difícil prova! Chegando em casa, sua mãe está sentada na cadeira e seu pai está no quarto, jogando as roupas no chão. Lucy vai para seu quarto, sem dar pistas. Derrepente ela ouve um tiro. Era sua mãe, que atirou para cima dizendo “Senta ai”. Lucy se sentou, peguntou o que estava havendo e sua mãe começou a babar. Então seu pai chegou com um taco de baiseball e partiu em cima da cabeça da mãe, fazendo-a desmaiar. Lucy não entende e pergunta por que! Seu pai se aproxima e lhe da um bilhete, no qual havia um endereço “ Rua Parkison, 338”. Seu pai saiu correndo, jogando o taco de baiseball sobre o sofá em que lucy estava sentada, ela olha desesperadamente para o taco, se vira de costas e vê sua mãe atrás dela! Com medo, sai correndo mas é acertada por uma bala. Lucy foi parar no hospital, seus pais estavam lá, ao seu lado e disseram que ela estava correndo e foi acertada por uma bala perdida em frente a sua casa. Ela foi até a Rua Parkison 338 e viu que lá havia uma igreja, especializada em exorcismo!


Aew gente! Meu primeiro contto de terror, n xinguem ok? Embarassed

Jullyasust
Nivel 1

Mensagens : 4
Pontos de reputação : -3
Data de inscrição : 25/11/2011
Idade : 26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Sutiã

Mensagem por Jullyasust em Sex Nov 25, 2011 4:12 pm

Carla, secretária (e amante nas horas vagas) foi a casa de seu amante Pietro após um longo dia de trabalho. Chegando lá, ele desabotoa o sutiã dela, deixando seus peitos para fora, nos quais ele gostava de beijar. De repente a sua mulher chega, ele jogo Carla para o lado, ela se esconde embaixo da cama e houve ele dizendo: “Amor, você é tudo pra mim, o resto é só brinquedo!”, houve também a mulher dizendo: “Elas são putas, você é um homem sério! Eu sou todo sua!” “Claro amor”.
No outro dia, Carla chega e ele retira seu sutiã novamente, começa a beijar seus seios e cai duro no chão. No necrotério se dá para ler na suja pasta: “Pietro Silva morreu de envenenamento no dia 26/05/11, pouco antes de sua mulher chegar a casa. Foi encontrado um SUTIÃ com a tal substância”.

Quem será que não entendeu? alien

Jullyasust
Nivel 1

Mensagens : 4
Pontos de reputação : -3
Data de inscrição : 25/11/2011
Idade : 26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O berço do diabo!

Mensagem por Jullyasust em Sex Nov 25, 2011 4:13 pm

O berço do Diabo:

Uma família estava se mudando com seu bebê para uma casa. Eles arrumam tudo, só faltava o berço, o qual eles preferiam já usado para gastar menos. Acharam um no porão da casa, mas um visinho adverte: “Cuidado, há uma lenda de que este foi o berço em que o Diabo viveu na sua infância” “Pouco me importa! Eu não vou pegar outro berço, Diabo nem existe!” retrucou o pai, mas o vizinho insistiu “Quando ele fizer 3 anos sofrerá muito, por favor, não cometa esse erro!” Mesmo assim, o pai do bebê não ligou.
Ele cresceu, ficou com o nome de Juan Marcel, completou 3 anos e em uma tarde abafada, Juan pega uma faca para cortar o pão, ele corta, passa requeijão e sua mãe fica muito brava pois ele podia ter se cortado. Juan pega a pimenta, joga nos olhos da mãe e corta seu braço. Ela fica sofrendo ali mesmo na cozinha, até que morre. O garoto vai até o quarto e ataca o pai bruscamente, em seguida ele se mata!
O vizinho, ao ouvir isso diz: “Avisei para não cometer o mesmo erro que eu”, o vizinho (chamado Dulen) saiu da cidade, e foi percebido que ele morreu a muitos anos, morto pelo seu filho!

Em nome do pai, do filho e do espirito santo amém!
cyclops clown pirat tongue monkey confused bounce

Jullyasust
Nivel 1

Mensagens : 4
Pontos de reputação : -3
Data de inscrição : 25/11/2011
Idade : 26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Jullyasust em Sab Nov 26, 2011 9:48 am

Ftcv escreveu:É! chuck é uma barbie perto de fofão!
FODA! VERDADE! NAMO ME?

Jullyasust
Nivel 1

Mensagens : 4
Pontos de reputação : -3
Data de inscrição : 25/11/2011
Idade : 26

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por RafaelXD007 em Qui Dez 15, 2011 3:10 pm

A Vila Amaldiçoada Twisted Evil Shocked

Tudo começa com em uma casa com um grupo de jovens...
Carro:Biiiiiiiiiibiiiii lol!
João:Anda logo pessoal ta todo mundo pronto pra viajem?
Mike,Felipe:*Entrando no Carro
João:Beleza Las Vegas,aqui vamos nós!
Mike,Felipe:Uhullll!!

*Com o Passar do tempo Anoitecê e eles param em um posto para pedir informação...

João:*Parando o carro,Espera aqui gente,*Abre a porta,O senhor Você sabe Me Dizer se tem um Hotel por aqui a gente precisa dormir estamos cansados
Senhor:Apenas siga Reto a uns 100 quilômetros daqui tem um hotel,mas por favor não pare na vila ao meio do caminho se você quer viver!
João:Como assim?o que que tem de mais lá?
Senhor:Dizem que lá vive um demônio que fez todos os moradores saírem de suas casas não entrem naquela vila eu já morei lá e já presenciei aquele demônio uma vez nem queiram saber como ele é !
João:Certo Meu senhor a gente não vai lá não fica tranquilo e obrigado!
João:*Entrando no carro,gente o cara é louco bom não importa vamos!

*Depois de um tempo eles param e avistam a vila que o senhor avisará para não ir

João:Olha lá acho que é a vila que que o senhor lá falo,vamos dar uma olhada!
Mike:Eu Vou provar pra vocês que não tem, um demônio aqui,eu vou da uma olhada nessas casas vocês olham aquela maior ali!
João,Felipe:Ok,*Entrando na Casa,Nossa o velho tava certo não tem nada aqui todo mundo foi embora mesmo,cara vamos sair daqui não vale a pena vamos,*Saindo da casa,Mike vamos embora esse lugar não vale a pena!

E Nenhuma resposta...

João,Felipe:Mike Para De Brincadeira vamos,é serio Mike,onde será que ele está?

E um ruido dizia:Aqui!

João,Felipe:Vem lá de baixo vamos,cara o que você ta fazendo aqui!
Mike:Olha o que eu achei! DIAMANTES!!!,Isso é um tipo de Mina abandonada ficamos ricos!!!!
Demônio:*Gargalhada do mal Twisted Evil ,foi como eu imaginava jovens como vocês so se interessam em dinheiro minha armadilha funcionou muito bem!
João,Felipe e Mike:AHH MEU DEUS ELE EXISTE,o que a gente faz agora estamos ferrados,a droga eu tinha tanta vida pela frente me mata não por favor da mais uma chance para gente,Você não entende né cara a gente já era se eu morrer pelo menos morri com meus amigos!
Demônio:Vocês são três,apenas um vai sair vivo!
Mike,João:LEVA ELE DEIXA A GENTE VIVO POR FAVOR!
Felipe:Me Mata logo deixa eles viverem a minha vida já está acaba mesmo reprovei de ano já o que adianta... Crying or Very sad
Demônio:*Em Uma cortada arrancou as cabeças de João,Mike
Felipe:Por Que matou Eles era pra ter me matado,Por Que não me matou logo eu sou um fracassado Crying or Very sad
Demônio:Você não temia a morte talvez deva viver mas um pouco Twisted Evil ,Nos vemos no inferno!!*Gargalhada Do mal

*E o Demônio desapareceu misteriosamente,depois daquilo Felipe não pensou duas vezes saiu correndo da mina entrou no carro e foi para casa,todos os dias tinha pesadelos com aquele dia da Vila Amaldiçoada e seus amigos morrendo por aquele Demônio Infernal ,mesmo depois de anos ele continuava com o mesmo pesadelo mas não tinha mais medo e as vezes parecia que ele via o Demônio infernal daquele dia aparecer no seu quarto mas ele nem ligava,apenas agradecia a ele mesmo sendo provavelmente uma ilusão por telo salvado daquele destino cruel!

Autor:Ufa Acabei deu trabalho sou novo nesse fórum por favor não xinguem e se puder de as boas-vindas aqui para o novo tripulante da ilha kkkk inventei essa historia e so tenho poucos anos de idade 15 anos ("praticamente" meu aniversário daqui a pouco hehe Very Happy )



avatar
RafaelXD007
Nivel 7

Mensagens : 70
Pontos de reputação : 4
Data de inscrição : 15/12/2011
Idade : 20
Localização : Santos,Sp

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Ftcv em Seg Jan 09, 2012 10:30 pm

Aew! Finalmente li todos aqui!

Diego Souza, bom conto!

Jullysust, preferi o 1º dos 3 que vc postou! E entendi todos! HSAHSAUSH

E eu to rindo muito até agora com o conto de RafaelXD007 por causa da parte: "Carro: Biiiibiiii" SHAUSHASUAHSUAHSAUHAUSHAUHASUH
lol!

A proposito, bom conto!



_________________
Quem quer ser uma pia?
avatar
Ftcv
Nivel 26

Mensagens : 2070
Pontos de reputação : 55
Data de inscrição : 16/05/2010
Idade : 26
Localização : Salvador Bahia

Ver perfil do usuário http://forumilha.forumj.biz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Smort em Seg Jan 16, 2012 3:57 am

Bem, estava em procura de historias de terror, pois entre tudo q já vi e ouvi em minha casa, q podemos dizer mal assombrada, não tenho medo de tais coisas pois já estou acostumado, mas sempre algo me surpreende. Vou contar uma historia q aconteceu comigo mesmo..... GIGANTESCA HISTORIA lol! MAS VALE A PENA Very Happy

No meio do nada em cima de uma serra (morro da borussia, se procurar no google imagens apenas vera partes em q a muitas casas Razz), onde entre uns 3km² tem apenas umas 5 casa e o resto é mato.
Era aproximadamente 21:30, a uns 2 ou três anos atrás, mês não lembro, meus primos(as) e eu estávamos na frente da casa onde não tinha luz, e mais afrente um açude e do lado uma lomba q leva as outras casa e para baixo da serra, do nada um primo meu grita, -Olha lá!!! Um Fantasma!!! Todos correram para luz do lado da casa onde não dava para ver a lomba por causa das arvores, e então também fui ali eu não ficaria com tal figura bizarra na lomba, então voltei para ver o q era depois do susto e já estava no meio da lomba, mas mesmo estando mais perto não dava para distinguir tamanho e forma, porem completamente branco, lá estava parado, todos o viam mas ninguém sabia o q era. Então o são de uma moto sendo ligada todos olham, um primo meu indo em direção a lomba sem sabem da situação, e eu falo, -Quietos assim e o farão da moto pegar lá saberemos o q é. Para espanto de todos nos a estranha figura some, como um piscar de olhos, mas não acaba por ai. 23:00 horas da mesma noite, tenho q ir dormir em outra casa, eu, minha prima e três irmãos dela, pequenos de uns 7 anos ou menos, ela com 13 e eu com uns 16, teríamos q passar por aquela lomba e andar 1km por uma estrada no meio das arvores sem luz, apenas a da lua. Bem mais a frente ouço passos pisando em folhas isso eu olho para o chão e só tinha pedras, então apavorado paro e olho para o meio das arvores e os passos param quase juntos comigo, quase, e meus primos perguntam, -O q foi? e eu digo, -Nada apenas estou com calor.. e tiro o casaco, mais a frente os passos começam novamente nisto eu preto atenção, e vem entre as arvores mesmo, e paro, como se não tivesse notado eu parar, da mais um passo e o outro bem devagar para não fazer barulho, mas de nada adianta (pois eu a três anos antes disso tive um acidente no qual quase morri mas, ainda estou aqui, perdi o olfato mas ganhei uma aguçada audição) e nisto meus primos de novo, -O q foi? E eu, -É q me deu frio e coloco o casaco e saio correndo ate onde a estrada de pedras se separa em duas, para um lado a decida da serra e para o outro a casa dela, no qual entre as duas um campo, fiquei ali de costas para o campo onde eu poderia ver algo se aproximando de mim e cuidando meus primos vindo e cuidando o mato em volta deles, nada acontece e vamos para casa dela. 24:30 todos foram dormir e eu fico acordado, penso comigo a vou desligar todas as luzes da casa e vou dormi também, uma casa bem modesta a casa tem uma tranca por dentro e não tem a aquela janela do meio apenas um buraco, onde qualquer um q sabe da tranca consegue abrir por fora a porta, e então eu procuro onde desliga a luz da rua, achei do lado desta porta, olhando para rua eu desligo a luz, segundos antes da escuridão total, vejo um vulto entre as arvores, saindo de trás de uma e indo para trás de outra mas porem impossível pois o vulto era muito mais largo q as arvores então ligo a luz rapidamente de volta, e nada eu vejo, desligo todas as luzes e vou para o quarto no qual estava, desligo a luz, em um pano em cima da minha cama pendurado na parede uma claridade, ligo a luz novamente e levanto o pano, vejo uma enorme janela de madeira aberta e amarada com um arame para não fechar, a frente mais ou menos 200 metros de distancia outra casa, para esquerda um penhasco bem do lado da casa e para direita as arvores nas quais vi o vulto enorme, penso em segundo é agora ou nunca, me enfio para fora da janela e tiro o arame e fecho a janela, desligo a luz e me deito, tiro um cochilo e acordo do nada, ouvindo passos fora da casa, fazendo a volta na casa vindo em direção a janela pela direita, penso, -Uma vaca? Um cachorro? O meu tio? Mas pera ai uma vaca não porque ela estava amarada na outra casa, meu tio não é porque sempre tem cães com ele, e um cachorro não é por os únicos q tem aqui sempre estão com ele.... e então eu presto atenção, são passos de pessoa, pois tem apenas dois pés, e segue em frente, pisando na grama e de o penhasco e dificuldade como de estive-se andando em um chão plano, e desaparece.........

Até hoje não sei o q pode ser, também não é a primeira vez q acontece coisas desse tipo.......

“Entre o mundo q vivemos e o mundo e tememos, existem portas, quando estas portas se abrem, nossos pesadelos de tornam................REALIDADE.”
avatar
Smort
Nivel 1

Mensagens : 2
Pontos de reputação : 1
Data de inscrição : 16/01/2012
Idade : 24
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Ftcv em Ter Jan 17, 2012 8:13 pm

Smort, o legal do seu conto foi mostrar como algo real e tal, mas ficou muito confuso!

_________________
Quem quer ser uma pia?
avatar
Ftcv
Nivel 26

Mensagens : 2070
Pontos de reputação : 55
Data de inscrição : 16/05/2010
Idade : 26
Localização : Salvador Bahia

Ver perfil do usuário http://forumilha.forumj.biz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Smort em Ter Jan 17, 2012 10:48 pm

Obrigado Ftcv, é q eu estava com muito sono, e ate para mim aquilo tudo esta confuso, é q teria q escrever muito mais para descrever melhor e eu já estava dormindo sentado Razz . Outro dia eu conto outro, ou hoje mais tarde............................
avatar
Smort
Nivel 1

Mensagens : 2
Pontos de reputação : 1
Data de inscrição : 16/01/2012
Idade : 24
Localização : RS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Mancha

Mensagem por Paulo_Gomes em Seg Jan 30, 2012 9:07 pm

Tudo começou num dia normal, como tantos outros.
Alexandre chegou a casa cansado de mais um dia árduo de trabalho. A sua cabeça parecia pesar toneladas e o seu corpo, flácido e desgastado.
Um bom banho de água quente serviria para o ajudar a restabelecer energias.
O seu apartamento continuava descuidado, com roupa espalhada por tudo quanto era canto. Viver sozinho era complicado para quem passava tão poucas horas em casa e que praticamente só a usava para dormir ou descansar um pouco.
Cabisbaixo e desanimado, abriu a torneira de água quente e esperou que a banheira enchesse quase por completo.
Quase sem forças, despiu as roupas sujas que trazia por cima do corpo e deitou-se na banheira com um ar de alívio bem estampado no rosto.
Aquele banho ia ajuda-lo e de que maneira a relaxar...
Mas foi então que, para seu grande espanto, apercebeu-se de uma enorme mancha negra na palma da sua mão esquerda.
Alexandre esfregou-a com sabão mas constatou que a mancha era interior. Parecia ser sangue pisado.
Engraçado... Ele não se lembrava de se ter magoado para tal acontecer e a mesma também não lhe causava alguma espécie de dor.
Sendo assim, ignorou o facto e fechou os olhos, tentando descansar.
Assim permaneceu por longos minutos, aliviando o cansaço da sua mente.
Algum tempo depois, levantou-se e saiu da banheira.
Começou a secar o corpo com uma toalha aveludada frente a um grande espelho que tinha na casa de banho.
Ao tempo que ergueu os braços para limpar o cabelo reparou, através do reflexo do espelho, que a mancha houvera aumentado e de que maneira, cobrindo-lhe a mão na totalidade.
O que seria aquilo? Uma infecção causada por algum veneno? Se calhar houvera picado a mão nalgum insecto venenoso sem se ter apercebido.
Desesperado, procurou por um frasco com álcool etílico e despejou-o por cima da mão.
Mas a mancha não parecia querer parar de crescer.
Alexandre apercebeu-se que a mancha começava a alastrar-se rapidamente para o braço.
Em poucos segundos houvera crescido cerca de 2 centímetros mais e não parava...
O medo começou a deixá-lo apavorado e nervoso, sem saber bem o que fazer.
Para piorar, perdera a sensibilidade na mão, não a conseguindo sequer mexer.
Nu e com o corpo ainda molhado correu para a sala, em alto estado de inquietação e pavor.
A mancha cada vez alastrava mais, chegando agora quase ao cotovelo.
Alexandre parecia estar a ficar louco. O seu coração batia descontroladamente e não conseguia pensar direito.
O que fazer? Se fosse veneno tinha que impedir que continuasse a alastrar e que lhe chegasse ao coração ou à cabeça.
Não havia tempo para chamar um medico, a medida a tomar teria que ser imediata antes que fosse tarde demais.
A cambalear entrou na cozinha e abriu uma das gavetas do armário.
Do seu interior, retirou uma enorme faca usada para cortar carne e segurou-a com a mão direita.
Tinha que ser muito corajoso agora pois a sua vida poderia depender deste seu acto.
Com os olhos encharcados de lágrimas, pousou o braço esquerdo em cima da banca e, respirando fundo, desferiu um golpe violento no braço infeccionado.
O golpe foi profundo e Alexandre sentiu a lamina afiada da faca entrar-lhe na carne, cortando-a até ao osso.
As dores eram insuportáveis, quase inimagináveis.
O golpe foi tão forte que conseguiu de uma vez só desmembrar aquele pedaço do seu corpo.
O sangue jorrava a rodos, sujando tudo a seu redor.
Mas tal coragem parecia ter nutrido efeitos. A mancha parara de crescer.
Agora tinha que chamar rapidamente uma ambulância, antes que se esvaísse em sangue.
Enquanto se dirigia para o telefone, sentiu uma perna a imobilizar, a ficar flácida, sem força...
Para seu horror uma grande mancha cobria-lhe por completo o pé direito e subia rapidamente, quase lhe tocando no joelho.
Alexandre soltou um berro de desespero, caindo pelo chão.
A dor que sentia tornava-se cada vez mais insuportável e a aflição apoderara-se dele por completo.
A rastejar, conseguiu aproximar-se dum armário da sala e duma das suas portas retirou uma enorme serra eléctrica.
Teria que ser muito forte para conseguir levar a cabo o que se preparava para fazer.
Mas o desespero cada vez se tornava maior pois a mancha já lhe tinha atingido a coxa.
De olhos fechados e dentes cerrados ligou a moto-serra e pousou os seus dentes afiados por cima da coxa.
Em longos segundos de agonia conseguiu arrancar a perna fora, banhando todo o chão da sala num vermelho vivo e intenso.
Cada vez mais lhe custava respirar, devido a tamanha dor.
Ele já não estava em si... O sangue que perdia era em grande quantidade, deixando-o tonto.
Mas o pavor continuava...
A mancha não parava de crescer e agora cobria-lhe o peito quase na totalidade. O seu coração batia fraco, talvez já infectado por aquele estranho veneno.
Alexandre deixou-se cair pelo chão com a serra ainda a trabalhar, bem segura na sua mão direita.
Afinal, o esforço não dera em nada. A mancha continuara a progredir e aproximava-se agora muito rapidamente da sua cabeça.
Mas ele não pretendia morrer assim, vitima daquela estranha mancha que aparecera sem se saber donde.
Com um último esforço, ergueu a serra e soltando um longo suspiro deixou-a cair sob o pescoço, soltando a cabeça do seu corpo.
E assim sucumbiu...
Em pleno cenário de horror, um corpo de um homem cansado acabou trucidado numa longa agonia de dor, pintando uma tela macabra de sangue e destruição.

Paulo_Gomes
Nivel 1

Mensagens : 7
Pontos de reputação : 2
Data de inscrição : 30/01/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por morena em Ter Mar 20, 2012 4:49 pm

oie sou nova na ilha mais adorei td que lih

morena
Nivel 1

Mensagens : 3
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 20/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por morena em Ter Mar 20, 2012 5:05 pm

Esse conto que lhes conto fala sobre um jovem q assistia sua aula normalmente.Ele saiu para ir ao banheiro e encontrou no chão do patio uma foto de uma moça muito linda e se desnumbrou com ela.Na foto a moça a moça estava com dois dedos erguidos e uma roupa muito atraente.O moço saiu a procura dela por toda a cidade mas não obteve sucesso.Na volta para a sua casa um caminhão o atropelou. No dia do seu enterro o caminhoneiro que o atropelara fora até sua mãe e lhe disse: -Senhora quando o atropelei ele segurava firmemente essa foto dessa bela moça. E entregou para a senhora a foto da moça q antes tinha dois dedos levantados e agora eram três... Ow gente peguem leve comigo,esse foi meu primeiro contoh Embarassed

morena
Nivel 1

Mensagens : 3
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 20/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Psicodelic em Sex Mar 23, 2012 4:46 pm

Oque eu vou contar aqui é a mas pura realidade acredite quem quiser eu sei oque aconteceu comigo e nunca vou esquecer.
Era uma sexta feira e eu havia discutido com minha mãe que esta gravida ela mim amaldiçoou de todos os tipos possíveis mandou eu ir para o inferno e queima lá ela gritava sua infeliz como eu quero ver vc sofrendo assim ia aprender a ser adulta miserável seria bom vc queima arder no inferno com os demônios. Enquanto ela mim chingava de tudo eu continuava calada no computador tudo isso por que eu peguei 200 reais sem pedir e mandei ela larga de ser loca , enfim esperei ela deita e fui tomar banho assim que comecei a tomar banho abri os olhos vi uma menina loirinha de um metro e pouco vestida de azul olhando para mim fiquei paralisada de medo ela abriu a boca e continuo abrindo ela ate que sua boca fico gigante do tamanho da cabeça e sumiu sai do banheiro correndo, quando cheguei no meu quarto vi 3 homens cada um vestido de cores diferente um de preto outro de vermelho e um de branco desmaiei quando acordei ainda estava no chão nua era umas 6 horas e isso mim deu uma crise de choro e soluços mim vesti deitei e mim cobrir por inteira foi ai que o verdadeiro inferno começou alguma coisa ficava puxando meu lençol e rindo muito alto era risada de mulher mas que eu sabia que oque estava ali era do mal por que eu mim sentia muito mal comecei a chora de novo e a coisa consegui-o retirar meu lençol fiquei paralisada com os olhos fechados enquanto as gargalhadas cada vez mas chegava perto da minha orelha senti uma pancada forte nas costas e algo mim derrubou no chão e mim puxou para embaixo da cama continuei ali so chorando não sei oque aconteceu mas eu apaguei e só acordei no outro dia com meu irmão rindo de mim e perguntando por que eu estava dormindo em baixo da cama, sai de lá e fui no banheiro quando passei pelo espelho eu vi que eu estava parecendo que estava morta nunca mim vi tão branca e feia, sentia que algo sempre estava ao meu lado aonde quer que eu fosse, não contei nada a ninguém fiquei sentada na rua ate as 5 da tarde estava com medo de entrar ali percebi que as pessoas passavam e mim olhavam com cara feia resolvi entrar por vergonha morrendo de fome mas não comi nada, não queria ouvir minha mãe fala mas merda para mim do tipo ‘’vagabunda só sabe procurar o que comer etc’’ . Fui para sala e mim deitei no sofá meu irmão pergunto se eu queria biscoito eu falei que sim porque estava morrendo de fome ele mim deu uns três e saiu fiquei lá e comecei a chorar de novo foi ai que ela apareceu uma mulher magra e feia chego perto de mim e pergunto se eu estava com fome eu não conseguia nem respirar direito ela ria apoiou o pé na minha barriga e começou a retirar pedaços de sua perna e enfiar na minha boca era amarga a carne fiquei sem ar e ela sumiu em um mês emagreci 12 quilos tenho medo de tudo não vou a escola fico na rua maior parte do tempo e cada esquina que passo vejo pessoas que eu sei que não são desse mundo parecem rir de mim já tentei suicídio 5 vezes e não deram certo talvez meu inferno seja na terra mesmo já vi cada coisa que as vezes eu nem sei oque é imagina alguém jogando terra na sua cara ou um homem se arrastando atrás de vc. Desculpem se foi grande o texto espero que acredite em mim eu nunca vou esquecer na vida quando minha vó falava que praga de mãe pega, adeus

Psicodelic
Nivel 1

Mensagens : 1
Pontos de reputação : 1
Data de inscrição : 23/03/2012
Idade : 24
Localização : SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por morena em Sab Mar 24, 2012 8:33 am


Psicodelic q conto tenso heim pale mais isso aconteceu memo?
nussa tenho uma prima com a descrição da menina de vestido azul...
Fiquei mooh em choquez!!! Cool

morena
Nivel 1

Mensagens : 3
Pontos de reputação : 0
Data de inscrição : 20/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contos de Terror!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum